Confira aqui algumas fotos desta viagem!

Maceió

Turistas hospedando-se em Maceió provavelmente estarão na “orla”, que é como são conhecidos os bairros da Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara – cada qual com sua respectiva praia.

Nós ficamos na casa de amigos na Jatiúca. Todas as nossas experiências em Maceió – exceto a praia de Ipioca – foram entre esses três bairros.

Para quem curte fazer compra em mercado (tanto por turismo quanto por economia), recomendamos o Palato. É uma rede de mercados um pouco mais caros, mas com melhor variedade de produtos. O Palato da Ponta Verde tem também um espaço de café com boas opções para um lanche rápido.

🌊 Planeje sua viagem de acordo com a tábua de marés. No Nordeste Brasileiro, maré alta e baixa muda completamente o cenário e as atrações disponíveis. Há diversos sites para consulta. Considere de 0 a 0.4 como maré baixa.

Restaurantes
  • Truckzone: food park na Jatiúca. Bom ambiente, opções variadas.
  • Imperador dos Camarões: famoso pelo chiclete de camarão. Também pedimos um prato com salmão que estava meio seco. Não sei se vale o preço.
  • Wanchako: supostamente o primeiro restaurante de cozinha peruana no Brasil. Não confirmei essa informação, mas a comida estava absolutamente excelente. Cardápio bastante diversificado também. Ambiente pequeno, porém bonito. Caríssimo.
  • Bodega do Sertão: parada obrigatória para turistas. Lojinha, buffet muito completo de comidas regionais e doces, atendimento caprichado e preço justo. “Melhor tapioca que já comi”, Bruna, ao terminar sua tapioca de camarão.
  • Janga: chegue cedo! O restaurante abre às 18:30, esteja lá 18:15. Fizemos fila na porta antes de abrir – literalmente. Quando saímos, a espera estava inacreditável. Ambiente agradável, bom atendimento, cardápio com opções bastante exclusivas.
Atrações
  • Orla: caminhar no calçadão da orla (por vezes estreito demais) é bastante agradável. Ao longo do dia, as variações da maré alteram a paisagem.
  • Farol da Ponta Verde: caminhando pela orla, não tem como não observar o farol. Rende bonitas fotos, especialmente ao pôr do sol. Com maré baixa, é possível caminhar nas rochas até em volta do farol.
  • Caminho de Moisés: também na Ponta Verde, próximo do farol, há um “caminho de moisés”: um banco de areia que forma um percurso caminhável durante a maré baixa. O caminho leva até a Pedra Virada, um marco no horizonte da praia.
  • Feirinha de Artesanato da Pajuçara: diversas lojinhas com produtos locais – e outros. Bom para comprar castanhas e chinelos de couro.
Arredores

Algumas atrações próximas à Maceió:

  • Praia do Gunga: como praia é… razoável. Ela fica um pouco distante da estrada e o estacionamento é pago. É repleta de restaurantes logo no ponto de chegada.
  • Mirante do Gunga: meh… mar e coqueiros.
  • Falésias do Gunga: a partir da praia, você pode ir até as falésias de buggy (com motorista) ou quadriciclo (2 pessoas, você conduz). O passeio é rápido mas muito divertido – especialmente de quadriciclo.
  • Praia de Ipioca: ainda em Maceió, mas para o lado norte (Gunga fica ao sul). Bela praia, rende um bom mergulho e caminhada agradável. Quase vazia de construções, exceto por alguns beach clubs. O que nos leva ao…
  • Hibiscus: boa estrutura para curtir a praia. Banheiros, restaurante, piscina para as crianças. Chegue cedo para o preço do day use valer a pena – também porque enche, apesar de ser grande. Recomendamos o peixe com crosta de tapioca e coco e purê de abóbora.

São Miguel dos Milagres

A famosa cidade de São Miguel dos Milagres tem uma estrutura urbana bastante precária. Se estiver hospedado em residência (Airbnb, por exemplo), já chegue com as compras do mercado no carro. Lá você vai encontrar apenas pequenas mercearias.

A orla de São Miguel possui diferentes praias, a maioria delas interligada entre si. Rendem uma ótima caminhada e uma paisagem linda ao pôr do sol.

Ficamos hospedados em um Airbnb na Praia de Porto da Rua. Dentre os pontos que visitamos, a Praia do Marceneiro oferece uma bela caminhada até a Capela dos Milagres. Leve água!

Próximo da praia central, há o Mirante Alto do Cruzeiro, que fornece uma boa vista do litoral.

Fizemos a maior parte das refei̵̤es em casa. Ainda assim, conhecemos o delicioso restaurante No Quintal Рsuper recomendado.

Por fim, fizemos a visita às piscinas naturais de São Miguel, em um dia com maré de 0.1. Super recomendado! Fizemos o passeio com Alejandro da Milagres Mergulho.

Horários do Sol

Durante nossa viagem, muita gente demonstrou curiosidade com o horário do pôr do sol. Isso porque visitamos Alagoas durante o carnaval, então aqui em SC – de onde a maior parte nos acompanhou – o sol estava se pondo em torno das 19hs.

Fiz este breve apanhado na intenção de explicar esse “fenômeno”.

Solstício, 21 de junho de 2021

Dia mais curto.

🌏🌇 Nascer🌆 Pôr☀️
Maceió05:3817:1011:32
Floripa07:0517:2710:22
Solstício, 21 de dezembro de 2021

Dia mais longo.

🌏🌇 Nascer🌆 Pôr☀️
Maceió05:0117:4012:39
Floripa06:1620:0813:52

💡 Solstício: ponto de maior inclinação do sol em relação ao Equador. Nesses dias, o sol circula pela linha dos trópicos: Câncer e Capricórnio.

Observe como há pouca variação na duração do dia em Maceió – 1h07 de diferença entre os dias extremos. Floripa tem 3h30.

  • Pouca variação: proximidade com a linha do Equador
  • Dia mais longo no verão: proximidade com o trópico de Capricórnio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.