Para ter uma boa ideia sobre tudo que vamos falar aqui, confira também nosso álbum de Noronha!

Finalmente conhecemos o famoso arquip√©lago de Fernando de Noronha! Tentamos organizar aqui nossas observa√ß√Ķes, atividades e algumas dicas. Espero que seja √ļtil e, como sempre, estamos √† disposi√ß√£o ali na se√ß√£o de coment√°rios.

🌊 J√° falamos isso antes, mas vale repetir: planeje sua viagem de acordo com a t√°bua de mar√©s. No Nordeste Brasileiro, mar√© alta e baixa muda completamente o cen√°rio e as atra√ß√Ķes dispon√≠veis. H√° diversos sites para consulta. Considere de 0 a 0.4 como mar√© baixa.

Um aviso importante: você não vai encontrar barzinhos, baladas ou festas no nosso diário. Fizemos uma viagem do nosso jeito: bastante pé na estrada, finalizando o dia com um bom jantar. Se for o seu estilo, venha com a gente!

Mapa e Contexto

Para conhecer Fernando de Noronha, é muito importante entender sua geografia e alguns conceitos básicos.

O mapa abaixo é completamente extra-oficial. Para fazê-lo, nos baseamos no Google Maps e incluímos alguns marcadores que iremos referenciar ao longo do artigo.

De início, é importante observar:

  • A e B: representam o Mar de Dentro (A) e o Mar de Fora (B). “Dentro” e “fora” referem-se √† posi√ß√£o das praias: “dentro” √© o lado virado para Oeste (Brasil) e “fora” √© o lado virado para Leste (√Āfrica). Como resultado disso, as praias de dentro s√£o mais protegidas da correnteza, sendo as mais indicadas para banho. Essa diferen√ßa √© observada em diversos aspectos da ilha, de forma que o lado de dentro √© o mais habitado, enquanto o de fora, o mais selvagem.
  • APA e PARNAMAR: a linha em vermelho representa uma divis√£o muito importante na ilha. A parte menor, concentrada na por√ß√£o Norte da ilha (e no mar de dentro) √© a APA – √Ārea de Preserva√ß√£o Ambiental. √Č onde est√° a √°rea urbana de Fernando de Noronha. O restante, que inclui todo o mar de fora e outras √°reas, √© o PARNAMAR – Parque Nacional Marinho. O parque √© administrado pelo ICMBio e possui uma gest√£o bastante r√≠gida. Quando falarmos dos custos e das trilhas, por exemplo, estaremos fazendo refer√™ncia ao regulamento do PARNAMAR. Por mais que pare√ßa inconveniente, essas regras s√£o fundamentais para a preserva√ß√£o da fauna e flora, assim como para a seguran√ßa dos visitantes.

Por fim, algo bastante óbvio, mas que realmente entendi quando estive lá: a ilha fica bastante longe do continente. Para todos os efeitos práticos, você estará no meio do oceano. Isso permite vivenciar o aspecto natural de uma forma muito mais envolvente e nítida do que podemos perceber nas nossas cidades.

Um exemplo bastante simples: previsão do tempo. Em Fernando de Noronha, é basicamente um chute. Pode dar sol, pode chover Рpor 15 minutos ou dois dias. Por estar tão exposta aos elementos, uma mudança na corrente de ar modifica totalmente o clima.

Durante as trilhas, era muito comum olharmos para a costa e observarmos a chuva. Ora vindo, outrora indo. Teve um momento em que ela nos acompanhou ao longo da trilha, por uns 10 minutos, até que o vento a levou para outro lado, contornando a ilha. Essa apresentação quase infantil do que é estar na natureza foi um dos melhores aspectos da viagem.

Passeios

Ilha Tour

Passeio geral pela ilha. Uma ótima ideia para o seu primeiro dia cheio. O passeio, que dura o dia inteiro, dá um panorama para você se orientar pelo resto da sua estadia.

√Č oferecido por basicamente todas as empresas de turismo e em diferentes formatos: coletivo caminhonete, coletivo buggy, privativo buggy e afins. Eu n√£o recomendo o coletivo em caminhonete. V√≠amos esse pessoal na estrada o tempo todo. Voc√™ fica entalado na traseira de uma caminhonete com mais 7 pessoas (a maior parte estranhos) e tem um roteiro bastante r√≠gido.

Nós optamos por contratar o guia, alugar um buggy e fazer um tour privativo. Foi uma excelente ideia.

Canoa Havaiana

Passeio de canoa havaiana ao nascer do sol, saindo da Praia do Porto (02).

Deslocamento

Por mais que a ilha n√£o seja t√£o grande, seu relevo torna o deslocamento um pequeno desafio. Algumas alternativas que utilizamos:

  • √Ēnibus: circula apenas bela BR, a rodovia em amarelo no mapa acima. Supostamente passa a cada 30 minutos, mas tivemos que esperar mais que isso algumas vezes. Pagamos R$ 5 por viagem, em esp√©cie. N√£o considero a melhor op√ß√£o de transporte se somarmos espera, conforto e conveni√™ncia. Por rodar apenas pela rodovia, voc√™ fica longe de praticamente todos os pontos tur√≠sticos.
  • T√°xi: como √© de se esperar, √© a op√ß√£o mais conveniente e mais cara. A melhor alternativa √© conseguir o WhatsApp de algum motorista e fechar um pacote de corridas com ele. Fizemos isso e acabou sendo bastante √ļtil – e mais barato do que a tabela convencional de corridas.
  • Bicicleta: alugamos bicicletas el√©tricas para um dia. √Č muito divertido e oferece outra perspectiva aos trajetos. N√£o s√£o as melhores op√ß√Ķes nos morros, mas vale a recomenda√ß√£o.
  • Buggy: alugamos apenas uma di√°ria, o que se mostrou bastante dif√≠cil. As empresas queriam reservas para tr√™s di√°rias, em m√©dia. Por√©m, a oferta de buggy l√° na ilha √© imensa. √Č muito prov√°vel que voc√™ consiga um ve√≠culo, mesmo sem reservar. Combust√≠vel l√° √© bastante caro, inclua nas contas. Gastamos R$80 em combust√≠vel no Ilha Tour. Se voc√™ estiver viajando em 4 pessoas, √© uma boa alternativa. Fique atento √† Lei Seca e tenha sempre um motorista da rodada.

👟 Obviamente, n√≥s tamb√©m caminhamos. Bastante. Certifique-se de ter cal√ßados confort√°veis e, se for fazer trilhas, que voc√™ possa sujar/molhar sem muita preocupa√ß√£o. Inclua algum tipo de t√™nis, porque fazer as trilhas de cal√ßado aberto √© altamente n√£o recomendado.

Encontramos alguns turistas que estavam vestindo sapatilhas de natação. Como alguns destinos envolvem muita caminhada em pedra, pareceu uma boa alternativa.

Trilhas

Agora sim, nosso tipo de divers√£o!

A maior parte das trilhas que fizemos fica dentro da √°rea do parque – portanto, devem ser agendadas. O agendamento √© presencial, na sede do ICMBio. Voc√™ pega uma senha, fica em uma fila… at√© que chega aos totens de auto-atendimento para agendar, conforme disponibilidade. Elas estar√£o marcadas como PARNAMAR abaixo.

Algumas são bastante concorridas. Pensando nisso, deixamos nossa agenda aberta, para poder encaixar as trilhas nos dias e horários possíveis. Grande parte das trilhas também tem exigência de guia. Nós fizemos todas com o mesmo guia e recomendamos muito. O contato dele estará no final do artigo.

Se você gosta de trilha, todas as que fizemos são absolutamente recomendadas.

Capim Açu (PARNAMAR, Guia)

Maior trilha da ilha. Vai do acesso √† Praia do Sancho (05) at√© a Praia do Le√£o (06). A primeira parte dela √© coberta pela vegeta√ß√£o, depois fica aberta do meio para o fim. √Č uma trilha linda demais. Ela te leva aos principais mirantes da ilha, cavernas mar√≠timas e lindas encostas.

Atalaia Pontinha Caieira (PARNAMAR, Guia)

Também conhecida como Atalaia Longa, essa trilha oferece paradas para banho em três piscinas naturais. Você parte do acesso à Praia da Atalaia (08) e segue, pela costa, até a Praia da Caieira (09). Rivaliza com a Capim Açu em beleza. O trecho entre a Atalaia e a Pontinha é incrível.

Equipamento de mergulho é obrigatório Рcolete e máscara. A primeira piscina, na Atalaia, tem regras especiais de preservação. Você não pode ter aplicado nenhum tipo de dermocosmético Рo que inclui protetor solar. Portanto, roupas com FPS são altamente recomendadas.

Do Abreu (PARNAMAR)

Pequena trilha que não precisa de guia. Leva à Enseada dos Abreus (07), onde também é possível fazer mergulho em piscinas naturais. Trilha simples, mas com um trecho de pedras que requer atenção. Recomendada para quem quiser encaixar uma atividade rápida no dia.

Morro São José (PARNAMAR, Guia)

Pequena trilha que leva do Mirante do Franc√™s (10) at√© a Ilha S√£o Jos√© (01). Sim, √© uma trilha que leva a uma ilha. H√° duas formas de faz√™-la: a p√©, em dia/hora de mar√© bem baixa, ou a nado. A √ļltima op√ß√£o exige guia. Foi como n√≥s fizemos e recomendamos de verdade. N√£o somos nadadores e temos bem pouca experi√™ncia no mar. Mesmo assim, com todo o equipamento de mergulho e ajuda do guia, a travessia √© super tranquila, r√°pida e bastante divertida.

Chegando lá, além de uma visão privilegiada às ilhas secundárias e ao Mirante do Francês, você tem acesso a uma piscina natural muito linda.

Não temos registro de duração porque nem pensei em ativar o relógio. Levamos por volta de duas horas, considerando preparativos, travessia, tempo de mergulho e retorno.

Piquinho

Esta trilha é relativamente nova. Tanto que o início dela nem está aberto, você cruza um terreno com mato alto.

Esta foi a √ļnica trilha de altitude que fizemos. Voc√™ est√° basicamente escalando um morro anexo √† Pedra do Pico, que √© o ponto mais alto e um dos principais cart√Ķes postais de Fernando de Noronha. A trilha abre para alguns mirantes que oferecem uma vis√£o √ļnica da ilha.

Por não estar na área do parque, ela não é controlada. Não há reservas, tampouco exigência de guia. Contudo, nós fomos com guia e consideramos essencial. Temos certa experiência em trilha e, mesmo assim, achamos o percurso do Piquinho bastante confuso. Há relatos de turistas que passaram horas perdidos, até saírem em alguma praia aleatória.

Outras Atividades

Agrupo aqui algumas atividades que fizemos por conta própria e que valem o registro.

Praias Urbanas

Todo o lado Norte do mar de dentro, da Praia do Porto (02) at√© a Cacimba do Padre, forma uma √°rea conhecida como praias urbanas (04). Elas est√£o no per√≠metro da APA e, como vimos antes, comp√Ķe a parte habitada da ilha.

Nesta regi√£o encontram-se diversos atrativos, dentre eles:

  • Vila dos Rem√©dios (03): basicamente o centro de Fernando de Noronha. √Č a regi√£o com maior atividade comercial.
  • Buraco do Galego: piscina natural formada na mar√© baixa. Fica na Praia do Cachorro, no cost√£o √† direita. Por ser bastante famoso e de f√°cil acesso, costuma ficar bem cheio.
  • Lasca da V√©ia: aproximadamente 500m a partir do Buraco do Galego. O acesso √© um pouco mais dif√≠cil, √© preciso ter cuidado nas pedras. Assegure-se de que a mar√© n√£o vai subir enquanto estiver l√°. √Č muito mais bonito que o Buraco do Galego e consideravelmente mais vazio.

Um passeio que n√£o conseguimos fazer, mas que deve ser lindo, √© assistir ao p√īr do sol na Praia da Cacimba do Padre. De acordo com a √©poca do ano, o sol se p√Ķe entre os Dois Irm√£os, formando uma cena espetacular. Fica de sugest√£o!

Forte Nossa Senhora dos Remédios

O √ļnico forte restaurado da ilha – que chegou a ter dez fortes. √Č preciso descer at√© o final da Vila dos Rem√©dios e depois subir o morro que leva ao forte. O forte foi concedido para a iniciativa privada e seu acesso deve passar a ser mais controlado. Quando estivemos l√°, ele era de livre acesso – a qualquer hora. Fomos ao Forte registrar um p√īr do sol e retornamos cedinho na manh√£ seguinte, para o nascer do sol. Super recomendado!

Mirante do Francês

N√£o consegui entender o nome oficial desta regi√£o. “Mirante do Franc√™s”, “Ponta da Air France”, “Air France”. √Č o ponto extremo noroeste da ilha (10). Foi o local que mais me encantou. Algumas atividades que fizemos l√°:

  • Astrofotografia: √≥timo local para fotografar o c√©u e apreciar as estrelas.
  • Nascer do sol: diretamente no mar, sem qualquer forma√ß√£o na frente.
  • Nascer da lua: se for lua cheia, n√£o perca!
  • P√īr do sol: emoldurado entre o Morro S√£o Jos√© e a Pedra do Pico.
  • Ru√≠nas do Forte de Santo Antonio: √≥timo lugar para composi√ß√Ķes enquadrando a Pedra do Pico ou o Dois Irm√£os.
  • Capela de S√£o Pedro dos Pescadores: n√£o conseguimos entrar na capela, mas rende boas fotos tamb√©m.
  • Sela Gineta: vista privilegiada para a pedra mais linda da ilha – na minha opini√£o.

Este local também é o ponto final da trilha da Atalaia Pontinha Caieira e início/fim do Morro São José, ambas apresentadas acima. Ou seja, você estará por estes arredores com bastante frequência.

A Praia do Porto √© o ponto final do √īnibus e fica relativamente perto da Vila dos 30. Dependendo de onde for sua hospedagem, pode fazer o percurso a p√©.

📷 Acho que ficou bastante claro: se voc√™ gosta de fotografia, vai amar este lugar.

Alimentação

Ponto bastante importante de uma viagem para Noronha. Via de regra, refei√ß√Ķes e mercado aqui s√£o bem caros – veremos mais sobre isso no or√ßamento.

Uma boa ideia é ter sempre algum lanche rápido consigo. Você pode tanto levar de casa quanto fazer compra nos mercados locais. Especialmente nas trilhas, tenha sempre algo de comer e água.

Se você estiver em uma hospedagem que ofereça café da manhã (a maioria oferece) e snacks ao longo do dia (algumas oferecem), você conseguirá se organizar para fazer apenas uma refeição externa no dia. Foi basicamente o que fizemos: um café da manhã triplamente reforçado, lanches ao longo do dia e jantar.

Os restaurantes de Noronha são bastante famosos, e com mérito. Comparando atendimento, cardápio, apresentação e sabor, é sinceramente difícil destacar algum em particular. Então, sem qualquer ordem, aqui está a lista de onde fomos:

  • Cacimba Bistr√ī
  • Bar do Meio
  • Cigana do Cajueiro
  • Xica da Silva
  • Museu do Tubar√£o
  • Vald√™nio: PF com pre√ßo justo e que cumpre bem o dever!
  • Varanda
  • Casa do Pirata
  • Bar do Cachorro

Orçamento

Praticamente toda conversa sobre uma viagem para Noronha envolverá um aspecto em particular: é caro.

Sem entrar no mérito sobre caro/barato ou vale/não vale a pena, vou apresentar nossos custos na esperança ajudar no seu planejamento financeiro.

PARNAMARAcesso à área do parqueR$ 165 pp, 10 dias
TPAAcesso à ilha, obrigatórioAproximadamente R$ 80 pp/dia
GuiaTabelado pela Acitur, negociar pacoteAproximadamente R$ 150 pp/trilha
Canoa HavaianaVaria se coletivo/privativo e hor√°rioAproximadamente R$ 200 pp
Ilha TourVaria se coletivo/privativoAproximadamente R$ 250 pp
Equipamento de SnorkelingM√°scara, nadadeira, colete. Alugamos 3 dias.R$ 100 pp/dia
Atividades e TaxasR$ 3405,70

MercadoAlguns mercados tem gal√£o de √°gua de 5lR$ 303,39
RestauranteZero √°lcoolR$ 3110,47
TransporteTotal de todas as formas de transporte utilizadas na ilhaR$ 865
Alimentação e TransporteR$ 4278,86


AéreoR$ 2566,05
AeroportoRefei√ß√Ķes e UberR$ 392,94
ComprasR$ 54
HospedagemR$ 4900
Demais categoriasR$ 7912,99

Total para duas pessoas, sete dias, com absolutamente tudo (até o ímã de geladeira): R$ 15.600.

Refer√™ncias e Indica√ß√Ķes

  • PARNAMAR: informa√ß√Ķes gerais, pagamento do acesso ao parque
  • TPA: recolhimento da Taxa de Preserva√ß√£o Ambiental
  • None: melhor guia da ilha!
  • Canoe Blue Sea: procure o Chico para o passeio de canoa havaiana
  • Casa Luz: hospedagem com jeitinho de casa
  • Santu√°rio: aluguel de equipamento de mergulho na Praia do Porto

2 respostas para “Fernando de Noronha”

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado.