📖 Trip Journal

New York

📆 de 2021-12-08 a 2022-01-11

📆 de 2023-08-03 a 2023-08-11

Este diário fica muito melhor se acompanhado do nosso álbum de NYC!

Contexto

É difícil não recomendar Nova Iorque. A Big Apple é um ícone internacional e merece lugar de destaque na lista de qualquer viajante.

Se você já esteve por aqui antes, viu a versão resumida do nosso diário de viagem. Eu tinha listado… muita coisa. Resolvi reduzir o post para seguir mais na linha de “Calil, estamos indo para NYC. E aí?”.

Assim, vou tentar recomendar pontos de interesse e atrações além do óbvio que você seguramente já tem em mente. Minhas indicações finais dependeriam de:

  • Duração da viagem
  • Orçamento
  • Primeira vez em NYC ou já conhece a cidade
  • Estação do ano

👟 Prepare-se para caminhar. Nós cobrimos uma média de 12km por dia, durante mais de 30 dias. É a melhor maneira de curtir a cidade.

Todos os itens listados estão presentes no mapa, no final do artigo.

Espetáculos

Além das já conhecidas peças da Broadway – indiscutivelmente, uma das marcas de NYC, veja o calendário de shows do Madison Square Garden durante sua visita. Talvez você dê a sorte grande de ter um bom show acontecendo durante a sua viagem.

Outra série de espetáculos que vale destaque é o MET Opera.

MET Opera, Cinderela
Um pouquinho do que é Dyker Lights

Apesar de não ser um espetáculo no sentido “obra”, se você visitar Manhattan durante o período do final de ano, tente dar um pulinho no Brooklyn, na região conhecida como Dyker Heights. Os vizinhos decoram as casas para o natal com um empenho… peculiar. O evento é conhecido como Dyker Lights.

Ilhas

Manhattan não é a única ilha que você deve visitar!

A Roosevelt Island você consegue acessar por um teleférico, que é gratuito se você tiver um cartão do metrô (que você deve ter). O rápido passeio de teleférico já é agradável, e a ilha tem um grande parque que pede uma boa caminhada.

Quando na Roosevelt Island, dê um pulo na Panorama Room para um drink with a view.

Staten Island também merece uma visita. A balsa, que sai lá do sul de Manhattan, é de graça! Não ficamos muito tempo em Staten Island, mas logo no desembarque da balsa há um outlet que vale a pena conferir. O trajeto passa pela estátua da liberdade e é um bom lugar para registrar o pôr do sol.

X-T4 // 16mm // f/5.6 // 1/125sec // ISO-1250 // 2021-12-16 18:42:12 // Andre Calil
Pôr do sol na balsa de Staten Island

Falando em pôr do sol e ilha, não posso deixar de recomendar a minha favorita, Governor’s Island. O ticket da balsa é bem barato e pode ser comprado na hora, também lá no sul de Manhattan – no terminal ao lado do termina de Staten Island. Visitamos a Governor’s durante o inverno, o que limita muito a luz do sol, então guardei a ideia de uma foto tirada de lá para Manhattan, durante o pôr do sol. Dois anos depois, consegui o que procurava. Vale a pena o passeio!

Manhattan sob o pôr do sol, vista da Governor’s Island

Museus

Você provavelmente já sabe do MET e o Museu de História Natural. Ambos valem muito a pena visitar, mas reserve tempo. Eles são grandes e o passeio demora! Faça valer a pena. Acho o Museu de História Natural mais interessante para crianças, então considere isso se você tiver que escolher apenas um.

Outro museu pouco conhecido é o MET Cloisters, que fica um pouco distante do centro de Manhattan. Se você gosta de arte sacra medieval, não pode perder. Você pode usar o ticket do MET se visitar ao mesmo dia – o que é quase impossível.

Uma capela no MET Cloisters

Parques

Seja pelo Central ou por todos os outros, NYC é a cidade dos parques. As ilhas que mencionei acima tem parques próprios. Já em Manhattan, gosto bastante to Bryant Park. É pequeno, bem central e sempre tem alguma programação especial acontecendo.

O Central Park dispensa apresentações e vale múltiplas visitas. Alguns pontos legais para conferir são o Belvedere Castle, Bethesda Terrace e Bow Bridge. Planeje-se para chegar cedo, porque aglomera muita gente.

Bethesda Terrace
Músico na Bethesda Terrace
X-T4 // 16mm // f/16 // 1/500sec // ISO-640 // 2021-12-12 11:04:17 // Andre Calil
Brooklyn Bridge

Falando em aglomero e chegar cedo, apesar de não ser um parque, confira também a Brooklyn Bridge.

Logo cedinho você consegue uma luz favorável para fotos sentido Manhattan e evita a multidão que se acumula ao longo da ponte mais tarde no dia.

Por fim, o menos conhecido Riverside Park é um bom ponto para fotos ao pôr do sol.

Riverside Park

Diners

A atmosfera informal, cardápio imenso, café com refil e serviço despretensioso fazem de um diner uma parte fundamental de uma visita aos Estados Unidos – e NYC é uma mina!

Duas opções raiz são o Tick Tock Diner (muito anterior ao app que você pensou…) e o Square Diner. O Tom’s Diner também é da velha aguarda e inspirou até uma música. O lugar também ficou particularmente famoso por ser um dos pontos centrais de Seinfeld.

Essas são opções quase rústicas. Se você quiser algo levemente mais elegante, o Soho Diner é uma boa opção. Nós fomos a quase todos os diners de NYC, não dá para listar tudo aqui. O Junior’s Diner (mais de uma localização) também é uma boa recomendação.

Por fim, apesar de ter o nome diner, o Ellen’s Stardust Diner é algo levemente diferente. Pense em uma lanchonete onde os garçons e garçonetes fazem apresentações ao vivo. Meio que uma mistura de The Voice com fast food. É interessante, mas tem uma fila enorme e o lugar geralmente está lotado.

Mapa

https://goo.gl/maps/SCWN9bbCCaFommVN7

Faltou dizer

Pesquisando por NYC, você vai encontrar uma série de recomendações similares: Times Square, Top of the Rock, Empire State, Estátua da Liberdade, One Vanderbilt. Tudo isso vale a pena conferir, especialmente se é sua primeira visita. Como já tem muito conteúdo tratando desses pontos mais populares, procurei me concentrar nas minha recomendações mais particulares.

Você também encontrará recomendações sobre usar o metrô, e eu preciso reforçá-las. Apesar de parecer intimidador, o sistema de metrô de NYC é bastante óbvio e importantíssimo para todo tipo de viajante. Procure os tickets ilimitados que duram 7 dias.

Por fim, algumas recomendações se você estiver visitando NYC durante dezembro/janeiro:

  • O vento encana nas avenidas retas da cidade e pode ficar insuportável. Certifique-se de ter um bom corta vento para usar sobre as outras camadas.
  • Cubra suas extremidades, como orelhas, nariz, mãos e pés. Frostbite é um perigo real.
  • Planeje os passeios com muitas paradas. Entre em lojas, mercados e até estações de metrô com frequência, para fugir do vento.
  • Confira o horário das atrações que planeja visitar. Durante os meses de inverno, é comum que alguns lugares fechem mais cedo.

2 respostas para “New York”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPT